Como aumentar a eficiência da sua equipe de marketing em 2022 - Cryah

logo da Cryah

Fale Conosco

WHATSAPP

(11)98479-8159

E-mail

contato@cryah.com.br

A criação de soluções de marketing digital personalizadas e precisas para a realidade de cada cliente é a principal motivação da CRYAH.

Cryah

Como aumentar a eficiência da sua equipe de marketing em 2022

Como aumentar a eficiência da sua equipe de marketing em 2022

Especialistas apontam que 2022 não será um ano de retomada econômica e que os eventos que estavam previstos para ocorrer como Carnaval e Festivais, correm o risco de serem cancelados devido à nova variante da Covid-19, a Ômicron.

Isso significa que as empresas ainda passarão por muitos desafios no próximo ano e terão que otimizar ainda mais a produtividade de suas equipes, incluindo o marketing.

Ainda que este nicho tenha crescido exponencialmente nos últimos meses, principalmente no digital, há muito trabalho pela frente, e o maior desafio para os gestores será conciliar um bom desempenho com equilíbrio emocional da equipe.

Veja agora os principais pontos a serem abordados para aumentar a eficiência da sua equipe de marketing de forma sustentável em 2022.

Defina um objetivo

Ainda que uma equipe reúna profissionais extremamente dedicados e com ótimas capacidades técnicas, nada disso será realmente relevante caso não exista um objetivo definido.

E não se trata apenas dos KPIs de uma empresa, é preciso mitigá-los em tarefas menores para que haja uma visão clara do que precisa ser feito em cada etapa até que se chegue ao objetivo final.

Esta forma de trabalhar, baseada na técnica SCRUM, delega as mini-tarefas para os responsáveis e o acompanhamento é feito diariamente, através de reuniões curtas, para que cada membro da equipe saiba o que está sendo feito pelos seus colegas.

Uma ótima técnica de produtividade para quem aderiu ao esquema de trabalho home office, pois garante o contato diário entre a equipe e as atualizações sobre o andamento do projeto. 

Na Cryah, por exemplo, o formato que funcionou melhor foi a adoção de um scrum diário com as lideranças de cada área. Além disso, foi implantado o Check-in às segundas e o Check-out às sextas, ambos envolvendo todo o time.

O check-in objetiva colocar todos na mesma página, alinhando os projetos da fila de trabalho, equalizando expectativas. Todos direcionam-se no mesmo foco e com atenção na distribuição de tarefas e previsão de entregas. Serve para esvaziar o copo de todo mundo e para preparar todos para o novo conteúdo do copo. Ele ajuda o time todo entender o andamento de todos os projetos da casa. 

Já o Check-out tem o objetivo de colher as experiências da semana com cada indivíduo, aprendizados, desafios e pontos de atenção. Se uma pessoa errou ou aprendeu algo, nada melhor que compartilhar para que outros também possam aprender. Sabendo também o momento pessoal de cada um do time, fica mais fácil acolher e entender os porquês de uma possível falta de atenção ou baixa produtividade. Vale qualquer tipo de ajuda e dica, como por exemplo um relato de melhora na concentração com uma corrida matinal, uma vitamina, um atalho ou um aplicativo legal. 

Motivação

Manter o engajamento da equipe no trabalho é um grande desafio para os gestores, já que as pessoas têm seus próprios problemas e muitas vezes não estão engajados com os projetos da empresa. 

Uma forma que a Cryah encontrou para aumentar o engajamento do time e estimular ações de reconhecimento entre as partes, foi o Dia de Agradecer. Nesse encontro mensal, todos são convidados a fazer elogios anônimos por um formulário a colegas que tiveram desempenho positivo dentro da agência. Os elogios podem ser para colegas de equipe, gestores ou mesmo entre pessoas que não compartilham o dia a dia, mas que merecem reconhecimento. No dia do encontro, os elogios de toda a equipe são compilados e apresentados por uma pessoa, promovendo um momento de gratidão, celebração e reconhecimento. 

A iniciativa permite que toda a equipe se sinta livre a compartilhar a admiração pelas atitudes e trabalho dos colegas, o que também gera um ambiente mais propício para trocas e colaboração mútua. Assim,  os gestos de cooperação entre os colegas passaram a ser notados, o esforço pessoal de cada um é reconhecido e as relações interpessoais saem fortalecidas. 

Além disso, boas condições de trabalho também são extremamente importantes, como salários competitivos e benefícios, que ajudam a reduzir as taxas de turnover. A compatibilidade de valores entre o funcionário e a empresa é fundamental para mantê-lo motivado.

Alguns estudos apontam que a produtividade está mais relacionada ao clima organizacional e a este fit cultural do que com suas habilidades técnicas.

Esta é uma questão que deve começar nos Recursos Humanos ao fazer contratações que atendam esses requisitos. 

Entretanto é possível executar algumas ações com um time já formado ao observar o comportamento dos membros e entender suas preferências e objetivos de carreira.

Alinhando assim, cargos e tarefas que criarão oportunidades para estas pessoas alcançarem seus objetivos pessoais, usando a experiência como impulsionador.

Pomodoro

Clássico método de produtividade desenvolvido pelo italiano Francesco Cirillo no final dos anos 1980, consiste em dividir o tempo de trabalho em intervalos de 25 minutos com 5 minutos de descanso entre cada.

A rodada completa é composta por 4 rounds de 25 minutos e o último descanso de maior duração, com 15 minutos no total antes do início de uma nova rodada.

A técnica é eficiente para organização pessoal, para quem trabalha em home office e tem dificuldade em se manter concentrado em uma tarefa por um longo período de tempo.

Desta forma, é possível usar os 25 minutos com foco total e os intervalos de descanso para ir ao banheiro, olhar o celular, etc.

SPRINT

Este método foi desenvolvido no Vale do Silício, mesmo polo onde surgiram grandes empresas como Google e Facebook, e consiste em cronograma para validar se novas ideias dariam certo ou não.

É eficiente pois evita gasto de tempo e dinheiro em projetos que podem parecer ótimos na teoria, mas podem não funcionar na prática.

Para aplicar o SPRINT é necessário organizar uma equipe com as principais pessoas envolvidas no projeto – que seriam necessárias para colocá-lo em prática num cenário real.

Esta equipe se reúne diariamente para discutir as cinco seguintes fases do projeto:

  1. Mapear: deixe todos integrantes da equipe informados sobre a proposta e discutam sobre as etapas necessárias para sua implementação
  2. Esboço: cada integrante da equipe faz seu próprio brainstorm de como solucionar/organizar esta proposta para depois ser compartilhado com os demais.
  3. Decisão: com as ideias apresentadas, a equipe decide qual a melhor e define um passo a passo do protótipo que será iniciado na próxima fase.
  4. Protótipo: a ideia aqui é dar vida a um projeto descartável mas que pareça real, dividindo a equipe e atribuindo as tarefas necessárias para cada um. 
  5. Teste: observar e validar os resultados obtidos, receber os feedbacks necessários para avaliar se vale a pena ou não a implementação real do projeto na empresa.

Já deu para perceber que existem técnicas bem eficientes e fáceis de implementar que vão aumentar a produtividade da sua equipe, não é mesmo?

Se você gosta de conteúdos como este, compartilhe com a gente qual técnica deu mais certo para você e seu time!

Sem comentários

Comentar