Contate-nos

Marketing digital: a principal maneira de alavancar seu negócio!
Avenida Paulista, 1636 - Sala 1703, São Paulo, SP
(11) 3106-2250
[email protected]
Siga-nos

Marketing de marca através da crise do coronavírus

Marketing de marca através da crise do coronavírus

Em poucas semanas, as pessoas mudaram seus costumes e rotina, com o distanciamento social mantendo muitas pessoas em casa, também estamos vendo mudanças significativas nas tendências comportamentais. Eles seguem buscando entretenimento – baixando aplicativos de jogos, gastando ainda mais tempo nas mídias sociais e assistindo mais filmes e programação on demand

Algumas dessas mudanças de comportamento podem ser temporárias, mas uma grande parte será totalmente permanente. Com tantas mudanças tão rápidas durante esse período difícil, que ações as marcas podem tomar para atender e aumentar sua base de clientes?

1.Empatia e transparência

As pessoas estão vivendo um momento delicado, onde cada gesto será de muito valor. Alguns bancos, por exemplo , passaram a anular taxas de cheque especial, reconhecendo as dificuldades de seus clientes. As nuances da voz da marca estão mais suaves, e os atedimento devem ser cada mais único e humano. Marcas que usam esse tempo para explorarem comercialmente não se sairão bem, podendo até manchar a imagem. É importante lembrar, que nesses momentos, não temos todas as respostas e precisamos reconhecer isso. 

2. Conte com mídia mais ágeis

A lei principal é dinamizar! Desenvolver rapidamente mensagens criativas e objetivas  conforme as circunstâncias mudam. Os profissionais de marketing desejam criar modelos operacionais de resposta mais rápida internamente e publicamente. Por exemplo, com o aumento do entretenimento digital, os profissionais devem aumentar o uso de streaming de vídeo premium suportado por anúncios e jogos para celular. Da mesma forma, o consumo de notícias atinge o pico enquanto os consumidores buscam a todo custo informações. Porém, seja cuidadoso em relação a frequência com que os anúncios são exibidos para evitar a exposição excessiva do criativo, o que pode prejudicar o valor da marca.

3. Ligado com o que é bom

As pessoas vão se lembrar das marcas por seus atos de bem em tempos difíceis. Isso pode envolver doar alimentos, fornecer produtos gratuitos para a equipe médica ou continuar pagando aos funcionários enquanto as portas da empresa estão fechadas. A Adobe, por exemplo, disponibilizou imediatamente a Creative Cloud para instituições de ensino fundamental e médio, sabendo que este era um momento para ajudar, em vez de ser puramente comercial. 

Um conteúdo que alivia a ansiedade ou dá dicas para home office ou homeschooling, já  promovem mensagens positivas ajudará muito a melhorar a marca. No entanto, é importante evidenciar que as empresas precisam mostrar que suas contribuições são materiais e não apenas para benefício comercial. As pessoas reconhecem autenticidade e verdadeiro propósito.

4. Novas tendências pede novos cenários

O rastreamento das novas tendências comportamentais ajudará os profissionais de marketing a obter melhores insights em tempo real. É fundamental avaliar regularmente as tendências de sentimento e consumo para melhor adaptar as estratégias, observando atentamente as plataformas de mídia social, sites da comunidade e páginas de produtos de comércio eletrônico para procurar oportunidades e identificar crises mais rapidamente. As empresas devem priorizar a  criação de painéis rapidamente com esse tipo de dados para alimentar as decisões corretas.

Cadastre-se!

Entre para nossa lista VIP e receba materiais exclusivos que ajudarão o seu negócio.

error: